You are currently browsing the category archive for the ‘Brasil?’ category.

Será que estamos retornando a ditadura ou será que nunca saímos dela?

Abaixo a carta feita pelos estudantes sobre a invasão do dia 15/11/2007, para reintegração de posse solicitada pelo Reitor Naomar de Almeida Filho.

O texto é longo, mas merece atenção, até para se ater aos fatos e não se deixar levar por notícias em pseudo-jornais e afins.

Para maiores detalhes da ocupação veja no blog.

Nós, estudantes que há 46 dias ocupamos a Reitoria da UFBA por uma
Assistência Estudantil digna e contra o decreto do REUNI, viemos mais
uma vez denunciar o autoritarismo, a violência e o desrespeito à
democracia praticados pelo Reitorado da UFBA e pelo Governo Federal
Brasileiro.

No dia de hoje, 15 de Novembro de 2007, data de comemoração da
“Enganação da República”, por volta das 07:00h da manhã, a Polícia
Federal invadiu a Reitoria ocupada por estudantes e já de início
mostrou claramente como agiria.Após percebermos a chegada da polícia,
sentamos de braços dados no chão do salão da reitoria e dissemos que
não nos submeteríamos ao mandado de reintegração de posse, pois não
havia ali o que ser reimpossado. A partir daí, a polícia federal nos
ameaçou de diversas formas e em seguida, percebendo que não
cederíamos, avançou sobre nós puxando violentamente o cabelo e os
braços de alguns estudantes, esmurrando e chutando outros e agredindo
verbalmente ä tod@s. Alguns de nós foram arrastados pela escadaria da
frente da reitoria e 4 de nós (um estudante de história, uma estudante
de medicina, um estudante de ciências sociais e um estudante de
comunicação) foram humilhados, espancados e levados presos no Camburão
para a sede da Polícia Federal no bairro de Água de Meninos.Quando
fomos tod@s expulsos à força da Reitoria, a polícia jogou parte de
nossos pertences porta a fora e fomos impedidos de reaver a outra
parte. Durante a ação policial dentro da reitoria fomos impedidos de
filmar ou fotografar quaisquer coisas; os policiais coagiram verbal e
fisicamente @s estudantes que portavam câmeras.Na frente da Reitoria
quando noss@s colegas estavam sendo pres@s, tentamos dissuadir a
polícia das prisões e fomos mais uma vez agredidos, desta vez com
spray de pimenta disparado contra nossos olhos.Quando a expulsão
terminou, nos reunimos ao lado da Reitoria , buscamos atendimento
médico para @s estudantes ferid@s no Hospital Universitário, que fica
a poucos metros da Reitoria, e mais uma vez fomos tratad@s com
completo desrespeito: os seguranças do Hospital não só impediram nossa
entrada como impediram que contatássemos @s médic@s presentes no
momento para que prestassem atendimento aos estudantes agredid@s. Em
seguida, levamos @s estudantes mais ferid@s para o Hospital Geral do
Estado e contatamos advogad@s para ajudarem a resolver a
situação.Tentamos prestar queixa e realizar o exame de corpo de delito
d@s estudantes agredid@s e novamente nossos direitos foram negados
nas delegacias da polícia civil e federal.Enquanto discutíamos o
acontecido, o “Magnífico” Reitor da UFBA, Naomar de Almeida Filho,
concedia mais uma entrevista mentirosa a uma emissora de rádio de
Salvador. Nesta, afirmou inescrupulosamente que a invasão da polícia
federal se tratava de uma ação pacífica e necessária à restituição da
ordem democrática e dos trabalhos de implementação do REUNI na UFBA.

Diante desses acontecimentos perguntamos: Nós, estudantes,
professores, servidores, residentes, bolsistas, homens e mulheres,
negr@s, branc@s e índi@s, heterossexuais, homossexuais e transexuais,
tod@s nós, não temos o direito de estar na Reitoria de uma
Universidade construída e sustentada com nosso suor? A quem pertence a
UFBA? A quem pertencem as Universidades Públicas brasileiras? Quem por
direito detém a posse e quem invadiu a Reitoria da UFBA?A polícia ou o
povo? O Reitor ou tod@s nós? Quem tem dignidade e coerência para falar
em democracia na Universidade?Um Reitor que se nega a debater ampla e
verdadeiramente o futuro da educação pública e que encenou a farsa da
aprovação do REUNI na UFBA no CONSUNI do dia 19 de Outubro ou @s
estudantes que propõem um debate aberto e a convocação de um
plebiscito e uma assembléia universitária?Quem respeita a diversidade
de opiniões na Universidade? Estudantes que convocam tod@s para
debater e construir uma Universidade pública de fato ou um Reitor que
recorre à policia para com violência tentar calar as vozes
insurgentes? Que resposta @s estudantes, professores, servidores e a
população da Bahia darão a tamanho autoritarismo e violência senão um
basta? Senão o basta da exigência inegociável de respeito à nossa
dignidade e a democracia nas Universidades Publicas e na sociedade
brasileira? Que resposta expressará nossa indignação e revolta e não
nossa aceitação e cumplicidade senão um basta? Se a Reitoria acha que
agressões morais e ameaças serviram para nos amedrontar, o spray de
pimenta para nos cegar e os chutes, murros e agressões para nos calar
e imobilizar, é porque ignora a força d@s estudantes. A covardia do
uso da forca bruta só multiplica nossas energias e nossa determinação
de ir ate o fim.Nossa luta pela Assistência Estudantil e CONTRA o
Reuni continua.

NA PRÓXIMA SEMANA CONTINUAREMOS O PLEBISCITO NA UFBA SOBRE O REUNI E
EM BREVE ANUNCIAREMOS NOVAS FORMAS DE MOBILIZAÇÃO, AGUARDEM!

Nem um passo atrás! (MPM)

MORU – MOVIMENTO D@S OCUPANTES DA REITORIA DA UFBA ”

Anúncios

A muito tempo não vejo um show como esse, para ser mais preciso, NUNCA fui a um show como esse.

O evento começa com a Formidável Fámila Musical tornando o ar mais puro, com a simplicidade e alegria pura e inocente que somente eles conseguem. Algo fora do normal, como se tudo não fosse real e estivéssimos dentro de um sonho bom a espera do seu querubim ou escolhendo sua flor multicor para alegrar sua estação, sendo ela qual for.

FFM

Quando pesávamos que tudo estava perfeito, eis que começa TEATRO MÁGICO, a trupe inicial nos saudando com o famoso “Sejam bem vindo ao Teatro Mágico”. Como se nós preparasse para o que há de vir.

Seja bem vindo, TM

Em uma ação esplendida que mistura musica, arte e atitude. O teatro nos presenteia com musicas fascinantes, que não só nós faz ouvir como também nós toca no nosso intimo e assim fazendo acender pensamentos adormecidos, atitudes de mudança, pensamentos artísticos e afins.

Arte e o Teatro Mágico

Resumindo, para quem foi a show, sabe o que estou falando. Sentimento inenarrável. Para os quais não foram, infelizmente o que foi dito aqui nem se compara ao vivido por toda aquela gente sob a “Lona sagrada do picolino”, assim como foi dito pelo próprio Fernando (Cantor do Teatro Mágico).

Teatro Mágico

Depois de uma conversa entre Lula (Nosso presidente) e Nicanor Duarte ontem, tivemos hoje mais um “mesmo do mesmo” por conta das “grandes jogadas” típica brasileira.

A implantação de mais um imposto! Sim isso mesmo, mas um imposto, como dizem “Arrecadar o Brasil sabe…” mas esse imposto se destina aos sacoleiros, Sim, aqueles que parecem formiga na ponte da amizade (aheuhae Poderia ser ponte da muanba). Esse imposto estipula uma alíquota de 22% a 44% a depende do produto e ainda cada sacoleiro só pode contrabandear comprar apenas 240 mil por ano.

Então, o que será isso? Quem desses que compram lá no vale da pirataria irão fazer isso com nota? hilário, pois engraçado mesmo é o presidente do Paraguai falar sobre medidas em favor da legalidade quando quase 40% da sua economia gira em torno dessa mafia toda.

“A idéia do Paraguai não é afetar a indústria brasileira e, sim, formalizar um comércio que neste momento necessita ser regulamentado e legalizado”, Palavras de Ramírez.

Isso vai frear a pirataria? Ou queremos legalizar a pirataria? Eles esqueceram que O QUE é comprado lá É PIRATA???

Será mesmo que Lula acha que os brasileiros vão comprar produtos cobertos pelas leis vigente no Brasil? Não acho que ele seja tão idiota. Será? Vai ver ele não sabe disso tb.

Via IDG Now