You are currently browsing the category archive for the ‘Faça a coisa certa…’ category.

Será que estamos retornando a ditadura ou será que nunca saímos dela?

Abaixo a carta feita pelos estudantes sobre a invasão do dia 15/11/2007, para reintegração de posse solicitada pelo Reitor Naomar de Almeida Filho.

O texto é longo, mas merece atenção, até para se ater aos fatos e não se deixar levar por notícias em pseudo-jornais e afins.

Para maiores detalhes da ocupação veja no blog.

Nós, estudantes que há 46 dias ocupamos a Reitoria da UFBA por uma
Assistência Estudantil digna e contra o decreto do REUNI, viemos mais
uma vez denunciar o autoritarismo, a violência e o desrespeito à
democracia praticados pelo Reitorado da UFBA e pelo Governo Federal
Brasileiro.

No dia de hoje, 15 de Novembro de 2007, data de comemoração da
“Enganação da República”, por volta das 07:00h da manhã, a Polícia
Federal invadiu a Reitoria ocupada por estudantes e já de início
mostrou claramente como agiria.Após percebermos a chegada da polícia,
sentamos de braços dados no chão do salão da reitoria e dissemos que
não nos submeteríamos ao mandado de reintegração de posse, pois não
havia ali o que ser reimpossado. A partir daí, a polícia federal nos
ameaçou de diversas formas e em seguida, percebendo que não
cederíamos, avançou sobre nós puxando violentamente o cabelo e os
braços de alguns estudantes, esmurrando e chutando outros e agredindo
verbalmente ä tod@s. Alguns de nós foram arrastados pela escadaria da
frente da reitoria e 4 de nós (um estudante de história, uma estudante
de medicina, um estudante de ciências sociais e um estudante de
comunicação) foram humilhados, espancados e levados presos no Camburão
para a sede da Polícia Federal no bairro de Água de Meninos.Quando
fomos tod@s expulsos à força da Reitoria, a polícia jogou parte de
nossos pertences porta a fora e fomos impedidos de reaver a outra
parte. Durante a ação policial dentro da reitoria fomos impedidos de
filmar ou fotografar quaisquer coisas; os policiais coagiram verbal e
fisicamente @s estudantes que portavam câmeras.Na frente da Reitoria
quando noss@s colegas estavam sendo pres@s, tentamos dissuadir a
polícia das prisões e fomos mais uma vez agredidos, desta vez com
spray de pimenta disparado contra nossos olhos.Quando a expulsão
terminou, nos reunimos ao lado da Reitoria , buscamos atendimento
médico para @s estudantes ferid@s no Hospital Universitário, que fica
a poucos metros da Reitoria, e mais uma vez fomos tratad@s com
completo desrespeito: os seguranças do Hospital não só impediram nossa
entrada como impediram que contatássemos @s médic@s presentes no
momento para que prestassem atendimento aos estudantes agredid@s. Em
seguida, levamos @s estudantes mais ferid@s para o Hospital Geral do
Estado e contatamos advogad@s para ajudarem a resolver a
situação.Tentamos prestar queixa e realizar o exame de corpo de delito
d@s estudantes agredid@s e novamente nossos direitos foram negados
nas delegacias da polícia civil e federal.Enquanto discutíamos o
acontecido, o “Magnífico” Reitor da UFBA, Naomar de Almeida Filho,
concedia mais uma entrevista mentirosa a uma emissora de rádio de
Salvador. Nesta, afirmou inescrupulosamente que a invasão da polícia
federal se tratava de uma ação pacífica e necessária à restituição da
ordem democrática e dos trabalhos de implementação do REUNI na UFBA.

Diante desses acontecimentos perguntamos: Nós, estudantes,
professores, servidores, residentes, bolsistas, homens e mulheres,
negr@s, branc@s e índi@s, heterossexuais, homossexuais e transexuais,
tod@s nós, não temos o direito de estar na Reitoria de uma
Universidade construída e sustentada com nosso suor? A quem pertence a
UFBA? A quem pertencem as Universidades Públicas brasileiras? Quem por
direito detém a posse e quem invadiu a Reitoria da UFBA?A polícia ou o
povo? O Reitor ou tod@s nós? Quem tem dignidade e coerência para falar
em democracia na Universidade?Um Reitor que se nega a debater ampla e
verdadeiramente o futuro da educação pública e que encenou a farsa da
aprovação do REUNI na UFBA no CONSUNI do dia 19 de Outubro ou @s
estudantes que propõem um debate aberto e a convocação de um
plebiscito e uma assembléia universitária?Quem respeita a diversidade
de opiniões na Universidade? Estudantes que convocam tod@s para
debater e construir uma Universidade pública de fato ou um Reitor que
recorre à policia para com violência tentar calar as vozes
insurgentes? Que resposta @s estudantes, professores, servidores e a
população da Bahia darão a tamanho autoritarismo e violência senão um
basta? Senão o basta da exigência inegociável de respeito à nossa
dignidade e a democracia nas Universidades Publicas e na sociedade
brasileira? Que resposta expressará nossa indignação e revolta e não
nossa aceitação e cumplicidade senão um basta? Se a Reitoria acha que
agressões morais e ameaças serviram para nos amedrontar, o spray de
pimenta para nos cegar e os chutes, murros e agressões para nos calar
e imobilizar, é porque ignora a força d@s estudantes. A covardia do
uso da forca bruta só multiplica nossas energias e nossa determinação
de ir ate o fim.Nossa luta pela Assistência Estudantil e CONTRA o
Reuni continua.

NA PRÓXIMA SEMANA CONTINUAREMOS O PLEBISCITO NA UFBA SOBRE O REUNI E
EM BREVE ANUNCIAREMOS NOVAS FORMAS DE MOBILIZAÇÃO, AGUARDEM!

Nem um passo atrás! (MPM)

MORU – MOVIMENTO D@S OCUPANTES DA REITORIA DA UFBA ”

Depois de muitas descobertas, pesquisas que pareciam me levar a mundos extraordinários, comentários muito legais a respeito de tudo que postei, discussões, críticas super construtivas sobre o  que foi postado, venho aqui no Tabaréu; Blog que me salvou da minhas semanas mais inúteis, agradecer muito por tudo que aprendi  e que com toda certeza foi uma ponte para auxiliar no conhecimento que adquiri e que me levará a outras tantas parcerias culturais como essa daqui.

O que mais eu posso dizer? Ah! Que foi muito bom estar com vocês aqui! Queria agradecer a Rafael, que me deixou dar várias opiniões sobre tudo que se referia ao blog  e por ter me convidado pra me juntar nessa página. Muito obrigada mesmo.Hoje, me despeço  com a certeza de que tudo que fiz aqui foi passar um pouco de mim e da minha experiência cultural e intelectual pra vocês e vi que fui recompensadíssima!

Estou me mudando para um blog novo, por enquanto só meu. Mas também está aberto a amigos que queiram compartilhar idéias.  Garanto que muitas coisas mais que interessantes  estarão lá  a espera de todos!”Serão Vivos e bem vindos” !!

Meu novo blog  é http//: ajanelinha.blogspot.com

Vou-me embora deixando um trecho de uma música que tem dito muita coisa pra mim e tem tudo a ver com esse clima de despedida. (Sim, eu sempre fui dramática desse jeito!)

“Acalma essa tormenta e se agüenta
Que eu vou pro meu lugar.
É bom às vezes se perder,
Sem ter por que, sem ter razão
É um dom saber envaidecer
Por si
Saber mudar de tom…”
 

(Adeus você, Los Hermanos) 

A muito tempo não vejo um show como esse, para ser mais preciso, NUNCA fui a um show como esse.

O evento começa com a Formidável Fámila Musical tornando o ar mais puro, com a simplicidade e alegria pura e inocente que somente eles conseguem. Algo fora do normal, como se tudo não fosse real e estivéssimos dentro de um sonho bom a espera do seu querubim ou escolhendo sua flor multicor para alegrar sua estação, sendo ela qual for.

FFM

Quando pesávamos que tudo estava perfeito, eis que começa TEATRO MÁGICO, a trupe inicial nos saudando com o famoso “Sejam bem vindo ao Teatro Mágico”. Como se nós preparasse para o que há de vir.

Seja bem vindo, TM

Em uma ação esplendida que mistura musica, arte e atitude. O teatro nos presenteia com musicas fascinantes, que não só nós faz ouvir como também nós toca no nosso intimo e assim fazendo acender pensamentos adormecidos, atitudes de mudança, pensamentos artísticos e afins.

Arte e o Teatro Mágico

Resumindo, para quem foi a show, sabe o que estou falando. Sentimento inenarrável. Para os quais não foram, infelizmente o que foi dito aqui nem se compara ao vivido por toda aquela gente sob a “Lona sagrada do picolino”, assim como foi dito pelo próprio Fernando (Cantor do Teatro Mágico).

Teatro Mágico

 Buraco na Camada de ozonio

A idéia que a camada de ozônio poderia acabar era bastante presente na mente de todos, mas sempre tínhamos uma esperança com a falta do petróleo, que assim criasse uma consciência na reutilização de fontes de energia limpa, mas o homem se supera outra vez e mostra a possibilidade de reproduzir o combustível fóssil.

O que falo é criar mesmo, pois uma empresa afirma que através de bacterias geneticamente modificadas, pode produzir hidrocarbonetos e por sua vez até mesmo criar gasolina com esse material criado.

Então… com a “reutilização” da gasolina podemos afirmar que nosso atual problema parece não ter fim.

Basta agora aprendermos da outra forma, mais cruel.

Vendo o blog da amiga Lucia Freitas tive o conhecimento do problema que teremos nessa sexta, tal como em todos os estados ainda há pouca doação de sangue. Muito podemos fazer por um pequeno gesto desse e o pior que muita gente só vem perceber isso quando tem um parente precisando e então sai divulgando a doação, mas na verdade temos que nos concientizar desde então. Criar a cultura da doação de sangue. Quer doar?

Para doar, você precisa ter entre 18 e 65 anos e pesar mais de 50 quilos. Alimente-se bem e leve um documento de identidade com foto. Não pode doar sangue quem teve hepatite após os 10 anos de idade, quem é usuário de droga injetável ou portador de hepatite B, hepatite C ou vírus HIV (Aids).

Então vá ao centro de doação mais proximo, mora em São Paulo?

Hospital das Clínicas de São Paulo
Av. Dr Enéas de Carvalho Aguiar,155 – Cerqueira César – 1ºandar – SP
Sábado, domingo e segunda-feira – 8h às 18h

Hospital do Mandaqui
Rua Voluntários da Pátria, 4.301
Sábado – 8h às 16h

Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia
Av. Dante Pazzanese, 500 – Ibirapuera – SP
Sábado – 8h às 16h

Santa Casa de São Paulo
Rua Marquês de Itu,579 1º andar – Vila Buarque
Sábado – 7h às 15h
Segunda-feira – 9h às 14h

Hospital São Paulo
Rua Botucatu,715 – 4º andar – Vila Clementino
Sábado – 8h às 17h

Hospital do Servidor Público Estadual
Rua Pedro de Toledo, 1800 – Vila Clementino
Sábado, domingo e segunda-feira – 7h às 17h

UNESP de Botucatu
Rubião Junior, s/nº
Sábado – 7h às 13h

Hospital das Clínicas de Campinas
Rua Carlos Chagas,480 – Cidade Universitária -Campinas
Sábado e segunda-feira -7h30 às 15h

Hemocentro de Marília
Rua Lourival Freire,240
Sábado – 7h às 12h

Hemocentro de São José do Rio Preto
Av Jamil Ferez Kfuri,80 – Jd. Panorama
Sábado, domingo e segunda-feira – 7h às 13h

Mora na Bahia?

Hemocentro Coordenador
Hemocentro de Salvador

Av. Vasco da Gama, s/nº, Complexo HGE/Hemoba/Cican, Rio Vermelho, Salvador-BA, CEP: 40240-090

Postos de Coleta
EM BREVE

Unidades de Coleta e Transfusão
Hospital Santo Antônio
AV. Bomfim,161, Praça Irma Dulce, Largo de Roma, Salvador-BA
Hospital Geral de Camaçari
R. Francisco Dumond, 37, Limão Centro, Camaçari-BA

Interior do Estado

Unidades de Coleta e Transfusão
Alagoinhas
Rua Jardim América, Quadra 1, Casa 8, Centro
Brumado
Hospital Prof. Magalhães Neto, Rua Manoel F Dos Santos, 87, Jardim Brasil
Feira de Santana
Hospital Regional Cleriston Andrade, Av. Eduardo Froes Da Mota, S/N, Contorno
Guanambí
Hospital Regional de Guanambí, Rua Dr Jose Humberto Nunes, 1750, Paraiso
Irecê
Hospital Mario Dourado Sobrinho, Praça Teodoro Sampaio, S/N, Centro
Itaberaba
Santa Casa De Itaberaba, Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 600, Centro
Itapetinga
Hospital Cristo Redentor, Av. Luiz Viana Filho, 560, Jardim Morumbi
Jequié
Hospital Geral Prado Valadares, Rua São Cristóvão, S/N, Centro
Santo Antônio de Jesus
Hospital Luiz Argolo, Av. Luiz Argolo, 128, Centro
Teixeira Freitas
Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, Av. Getulio Vargas, 4579, Pioneiros
Vitoria da Conquista
Hospital Regional de Vitória da Conquista, Av. Filipinas, S/N, Jardim Guanabara

Blogs que também participam da campanha: Blog do Becher (Daniel Becher), Diversos.org (Bruno Alves), iftk.com.br (Carlos Carvalho), Pvilla.com (Pedro Villalobos), Pimenta com Dendê (Hilder Santos), Tabaréu (Rafael Gomes) e Todo dia é… um novo dia (Nanda Balieiro). Se o seu não está aqui, deixe um comentário!