You are currently browsing the category archive for the ‘Tabarouice’ category.

Agora Engenheiros fala sobre os problemas populares e cita algumas sátiras clássicas de grandes músicos.

A pampa é pop
O país é pobre
É pobre a pampa
(o PIB é pouco)
O povo pena mas não pára
(poesia é um porre)

O poder
O pudor
VÁRIAS VARIÁVEIS
O pão
O peão
GRANA, ENGRENAGENS
A pátria
À flor da pele
Pede passagem…PQP

O sonho é popular
Eu li isso em algum lugar
Se não me engano é Ferreira Gullar
Falando da arquitetura de um Oscar

O concreto paira no ar
Mais aqui do que em Chandigarh
O sonho é popular

Um golpe em 61
Um golpe qualquer
Num lugar comum

(Sonho Popular – Várias Variáveis – Engenheiros do Hawaii)

No decorrer da musica fala sobre um sonho popular, primeiro ironizando, quando fala de que ouviu de Ferreira Gullar falando sobre arquitetura de um Oscar, Esse arquiteto é o próprio Oscar Niemeyer. Ouça esse pronunciamento e depois critica os excessos nas construções de Brasília, pois pelo que eu pude pesquisar, existiu uma construção nessa cidade, Chandigard, que se assemelhava aos moldes magníficos dos construidos em Brasília. Como pode ver nesse link.

No final fica claro a citação ao golpe militar de 61.

Anúncios

Para quem não viu… Segue o video no Youtube.

Nesse vídeo tem outros artistas e suas mensagens.

Por que mudar? Para que serve o governo? Para que serve suas leis?

pergunta

A humanidade tem arrepios só de imaginar em obter responsabilidade sobre seu destino, pois desde a época medieval estamos colocando em culpa nos outros, seja no demônio ou nós políticos.

Parece que todos precisam de tempo para suas futilidades e os assuntos importantes, podem, e devem, ser tratados por outros e as vezes isso nem nos interessa.

Uma sociedade onde todos decidem e evoluem de forma homogênea? Utopia? Sim, claro! Ainda temos medo de assumir nossas responsabilidades! Muitos de nós nem lembram quem foram seus representantes, mesmo que isso mudasse algo, mas ainda assim o atual sistema está falho, todos sabem disso e o que fazemos? Reclamamos com os amigos na mesa de bar sobre nossos políticos e/ou o presidente do EUA, pois no fim da noite iremos dormir e nosso dia começa como se nada tivéssemos conversado e talvez no outro dia voltemos a papear, mas claro que no fim apenas dormiríamos novamente e assim a vida continua.

Não fique chateado! Apenas pense. Mude, se quiser. Quem sou eu para falar o que deve fazer. O governo? Eu nem poderia não é? Tiraria sua liberdade de escolha. Grande piada!

Se frequenta foruns, participa do Wikipédia ou outros wikis. Pode dizer que já existe um pensamento como esse em seu ser, mas não se assuste, pois ao contrário do que muito foi dito, Anarquia não tem nada haver com desordem. Até mesmo porque o conceito de ordem é tão abstrato quanto seu antônimo, pois depende muito do conceito estabelecido pela sociedade em questão.

Para rapida explicação, anarquismo é a idéia de uma sociedade viver em base a cooperação sem que uma parcela do povo esteja acima do outro. Se me for permitido essa simplicação, seria um pouco do pensamento do Socialista, mas sem o estado efetuando o controle. Tudo seria por conta da própria sociedade.

Anarquia

Difícil? Os softwares que utilizo hoje foram desenvolvidos utilizando essa idéia. Tal como o Gnu/Linux, Ubuntu e afins…

Claro, as vezes reflito sobre como seria uma sociedade puramente anarquista e algumas perguntas surgem. Como trataremos os preguiçosos? E a competição entre os homens, como tratar isso? E os egoístas?

Com a falta de um estado maior para controle, será necessário o interesse de todos por essa nação, pois não haveria representatividade. Nesse caso todos teriam, ou deveriam ter, ciência de tudo que se passa e efetuar suas ponderações sobre o que deveria ser feito. Claro que nesse caso estaríamos menos focados do que somos hoje. Com isso outras perguntas: Será mesmo que precisamos de tanto foco para algumas coisas? O anarquismo prega algo muito interessante, li no livro Histórias das Idéias e Movimentos Anarquistas, editora L&PM Pocket, Volume 1, Woodcock, George.

“Mas estaríamos perdendo a essência da atitude anarquista se ignorássemos o fato de que a ânsia de chegar a simplificação social não tem origem no desejo de que a sociedade funcione de forma mais eficiente, nem sequer no desenho de eliminar os órgãos autoritários responsáveis pela destruição da liberdade individual, mas, em grande parte, numa convicção moral sobre as virtudes de uma vida mais simples.”

Estaria a humanidade atual preparada para uma vida mais simples? Ou ainda estaríamos buscando a cura para os problemas que encontramos ao procurar novas curas?

Depois de muitas descobertas, pesquisas que pareciam me levar a mundos extraordinários, comentários muito legais a respeito de tudo que postei, discussões, críticas super construtivas sobre o  que foi postado, venho aqui no Tabaréu; Blog que me salvou da minhas semanas mais inúteis, agradecer muito por tudo que aprendi  e que com toda certeza foi uma ponte para auxiliar no conhecimento que adquiri e que me levará a outras tantas parcerias culturais como essa daqui.

O que mais eu posso dizer? Ah! Que foi muito bom estar com vocês aqui! Queria agradecer a Rafael, que me deixou dar várias opiniões sobre tudo que se referia ao blog  e por ter me convidado pra me juntar nessa página. Muito obrigada mesmo.Hoje, me despeço  com a certeza de que tudo que fiz aqui foi passar um pouco de mim e da minha experiência cultural e intelectual pra vocês e vi que fui recompensadíssima!

Estou me mudando para um blog novo, por enquanto só meu. Mas também está aberto a amigos que queiram compartilhar idéias.  Garanto que muitas coisas mais que interessantes  estarão lá  a espera de todos!”Serão Vivos e bem vindos” !!

Meu novo blog  é http//: ajanelinha.blogspot.com

Vou-me embora deixando um trecho de uma música que tem dito muita coisa pra mim e tem tudo a ver com esse clima de despedida. (Sim, eu sempre fui dramática desse jeito!)

“Acalma essa tormenta e se agüenta
Que eu vou pro meu lugar.
É bom às vezes se perder,
Sem ter por que, sem ter razão
É um dom saber envaidecer
Por si
Saber mudar de tom…”
 

(Adeus você, Los Hermanos) 

A muito tempo não vejo um show como esse, para ser mais preciso, NUNCA fui a um show como esse.

O evento começa com a Formidável Fámila Musical tornando o ar mais puro, com a simplicidade e alegria pura e inocente que somente eles conseguem. Algo fora do normal, como se tudo não fosse real e estivéssimos dentro de um sonho bom a espera do seu querubim ou escolhendo sua flor multicor para alegrar sua estação, sendo ela qual for.

FFM

Quando pesávamos que tudo estava perfeito, eis que começa TEATRO MÁGICO, a trupe inicial nos saudando com o famoso “Sejam bem vindo ao Teatro Mágico”. Como se nós preparasse para o que há de vir.

Seja bem vindo, TM

Em uma ação esplendida que mistura musica, arte e atitude. O teatro nos presenteia com musicas fascinantes, que não só nós faz ouvir como também nós toca no nosso intimo e assim fazendo acender pensamentos adormecidos, atitudes de mudança, pensamentos artísticos e afins.

Arte e o Teatro Mágico

Resumindo, para quem foi a show, sabe o que estou falando. Sentimento inenarrável. Para os quais não foram, infelizmente o que foi dito aqui nem se compara ao vivido por toda aquela gente sob a “Lona sagrada do picolino”, assim como foi dito pelo próprio Fernando (Cantor do Teatro Mágico).

Teatro Mágico

Formidável Fam�lia Musical.

Aqui estamos voltando aos anos dourados. Onde tudo era lindo e o “Paz e amor” imperava. As letras eram voltadas para sentimentos simples. Claro que sem generalizar demais né?

Então temos hoje em Salvador – Bahia uma grande banda que com certeza “bebeu na fonte” do Beatles e The Doors.

Musicas animadas, de fácil “digestão” e bem feitas. A Alegria é demonstrada no primeiro acorde.

Fui a um show da banda e realmente é como nas musicas (Que podem ser baixadas do site deles). Uma grande animação, tanto por parte da banda quanto dos fãs, que ficam brincando enquanto a banda toca. Tudo em uma sintonia legal, onde a vida fosse simples e a noite apenas uma visita ao “Parque da Xuxa” ou afins, onde tudo é cor de rosa e nunca chove. Por fim, muito bom. Parabéns para a Banda.

Formidável Fam�lia Musical

Mais uma boa banda por aqui… Ainda bem que não é mais uma de pagode hein?

Arte Pura! Poesia, teatro, verso, prosa, musica e circo seriam apenas palavras soltas, sem nenhum significado como frase se não fosse a existência de um grupo chamado Teatro Mágico.

Uma Trupe (gostam de ser chamados assim) que prega a divulgação da arte em sua essência.

A banda explora muito a idéia do circo em sua apresentações, e isso possibilita demonstrações de inúmeras artes no decorrer do evento.

Ver o Teatro ao vivo realmente é algo mágico, pois o publico realmente participa do evento, comparecendo pintados como integrantes de circo e assim formando uma bela sinergia entre platéia e a trupe.

Como eles mesmo dizem “Os opostos se distraem e os dispostos se atraem”

Inclusive com a postagem de vários videos pelos seus fãs, alguns bastante interessante.

As apresentações do Teatro Mágico seguem a risca o que é dito por seu idealizador (Fernando Anitelli) onde “…não é realmente um show e sim uma desculpa esfarrapada para uma porção de gente rara se encontrar e tornar esse momento digno para compartilhar idéias, debater…” Realmente Fernando, o Teatro faz isso muito bem.

Segue abaixo a sua entrevista falando sobre o Teatro Mágico.

As suas musicas são primorosas. Ana e o mar mostra de uma forma singela o amor quase impossivel acontecer de uma maneira nunca vista, onde o mar se apaixona por uma garota e presenteia sua amada com “…as conchas mais belas…” e fica enormemente contente quando a sua querida adentra em seus domínios.

Grande pericia com a manipulação das palavras é bem demonstrada na musica Separô, onde essa palavra toma a inúmeros significados somente vistos no nordeste brasileiro.

Gostou da Banda? Pode acessar seu site e baixar TODAS suas musicas.

Por fim deixo vocês com um dos inumeros videos do Teatro Mágico no Youtube.

 Buraco na Camada de ozonio

A idéia que a camada de ozônio poderia acabar era bastante presente na mente de todos, mas sempre tínhamos uma esperança com a falta do petróleo, que assim criasse uma consciência na reutilização de fontes de energia limpa, mas o homem se supera outra vez e mostra a possibilidade de reproduzir o combustível fóssil.

O que falo é criar mesmo, pois uma empresa afirma que através de bacterias geneticamente modificadas, pode produzir hidrocarbonetos e por sua vez até mesmo criar gasolina com esse material criado.

Então… com a “reutilização” da gasolina podemos afirmar que nosso atual problema parece não ter fim.

Basta agora aprendermos da outra forma, mais cruel.

 Sol

Em uma proposta interessante alguns amigos da Blogsfera (Slonik e Dcaborno.) resolveram solucionar alguns mistérios… Algumas perguntas que nos fazemos as vezes (mesmo que algumas delas sejam pura besteira).

Eu resolvi responder sobre a temperatura do Sol.

Já que tanto reclamo do sol quente na cabeça nesse caminho tortuoso.

Pelo que me lembro em minha aulas do ensino médio esse temperatura é usualmente exibida em Kelvin (O porquê eu não sei… Cabe a outra pessoa responder isso. Valeu Daniel).

O Sol como estrela G2 Comun (sim comun), chegando a aproximadamente 5800K (Kelvin) em sua superfície e até 15.000.000 K em seu núcleo.

Para se ter uma idéia o gelo derrete a 273 K e a agua ferve a 373K.

Então… agora que sei o quanto o sol é quente posso continuar minha caminhada sob ele.